Menu

Central da Política Causa animal ganha força na disputa eleitoral em 2022 no Amazonas

Pelo menos três nomes no cenário eleitoral têm sido lembrados para concorrer ao pleito 2022, que são os defensores dos direitos dos animais (Arte: Isabelle Chaves/Cenarium)

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS — Um segmento que ainda percorre um árduo caminho na busca por melhorias, a causa animal ganha cada vez mais força no Amazonas. Neste ano de eleições presidenciáveis, na disputa para o cargo de deputado estadual, pelo menos três nomes têm sido lembrados pelo segmento, ditos defensores dos direitos dos animais.

À REVISTA CENARIUM, a deputada estadual e advogada Joana Darc (PL), que atua desde a adolescência na causa da proteção animal, disse que é candidata natural à reeleição, mas que não almeja concorrer o cargo de senadora ou deputada federal. A parlamentar tem mais de 12 anos como ativista do movimento ao se tornar voluntária, em 2010, no grupo Compaixão Animal.

Deputada Joana Darc disse que é candidata natural à reeleição, em 2022 (Arquivo Pessoa/Reprodução)

“Venho construindo praticamente do zero uma política pública de bem-estar animal. Além disso, agora como mãe do Joaquim, que é pessoa com deficiência (PcD), abracei a causa desse público, por anos fadados ao descaso. São muitas as missões como deputada estadual. Trabalhar as necessidades do nosso povo daqui, de perto. É meu objetivo nesse momento”, declarou a deputada.

Joana Darc lembra que a causa animal era uma pauta esquecida, pois não havia política pública no Amazonas voltada para esse tema, além disso, muitos desacreditavam nessa bandeira. “Até o meu ingresso na vida política, primeiro como vereadora e agora como deputada estadual, não tinha nenhuma política pública no Estado, voltada para a fauna doméstica. Tanto que quando surgiu uma mulher levantando essa bandeira muitos foram os que desacreditaram nessa pauta”, salientou.

“Não tínhamos nenhum ‘Castramóvel’ e agora estamos com cinco unidades. Também temos a previsão de entrega do Hospital Público Veterinário para este ano. Estamos discutindo a criação de uma política pública ampla e perpétua de bem-estar animal, ouvindo órgãos, entidades e protetores. São inúmeros os desafios e necessidades dos animais no Amazonas, mas sigo firme no propósito de tornar o Estado um pioneiro da proteção dos animais”, reforçou a deputada Joana Darc.

Mais estrutura

Na luta desde 2009 por justiça e igualdade para os animais vítimas de maus-tratos em Manaus, o estudante de medicina veterinária e ativista dos direitos dos pets Amauri Gomes (Sem partido) também vem sendo cotado no cenário eleitoral. Nas redes sociais, onde tem mais de 50 mil seguidores somente no Instagram, Amauri tem se destacado por denunciar crimes contra os animais e questionar a falta de assistência do poder público.

Nas redes sociais, Amauri tem se destacado por denunciar maus-tratos aos animais (Reprodução/Instagram)

À REVISTA CENARIUM, o militante disse que a causa animal ainda é muito abandonada pelo poder público e que precisa de mais estrutura, seja policial ou de saúde. “A causa animal é muito abandonada ainda pelo poder público. Recentemente, entraram alguns políticos carregando essa bandeira, porém fazem corpo mole e não desenvolvem trabalho”, afirmou o estudante Amauri Gomes.

O estudante reforçou à CENARIUM que busca uma sigla para se filiar e concorrer ao cargo de deputado estadual no Amazonas nas eleições 2022. Para a disputa eleitoral, Amauri Gomes frisa que pretende levantar pautas concretas e solicitar, além de mais estrutura para cuidar dos animais, uma nova delegacia especializada visando a proteção dos pets.

Amauri Gomes é militante da causa animal e tem ganhado destaque nas redes sociais (Arquivo Pessoal/Reprodução)

“Estamos analisando a conjuntura do cenário para ver se é viável nossa candidatura, recebemos convite de alguns partidos, mas estamos analisando. Porém, nossa intenção é concorrer a deputado estadual. Somos independente e buscamos trabalhar o certo pelo certo. Estamos abertos a conversar”, pontuou.

Conscientização

João Kennedy de Lima Marques, ou apenas Kennedy Marques, é o vereador de primeiro mandato da Câmara Municipal de Manaus (CMM) e tem como principal pauta a luta pelos direitos dos animais. Apesar de não de pronunciar ainda sobre suas pretensões na disputa eleitoral de 2022, o parlamentar também é lembrado como um dos possíveis nomes concorrentes a uma das 24 cadeiras da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam).

Vereador Kennedy Marques está no primeiro mandato na CMM (Arquivo Pessoal/Reprodução)

O vereador Kennedy Marques é ativista defensor da causa animal, além de presidente da Comissão do Meio Ambiente da CMM e fundador da Organização Não Governamental (ONG) ‘Anjos da Rua’, que tem como um dos objetivos promover a castração dos animais.

Na Câmara Municipal de Manaus, o vereador Kennedy é autor do Projeto de Lei 124/2021, que institui publicidade de utilidade pública para conscientização de questões relacionadas à causa animal, na televisão e espaços públicos destinados à publicidade. O parlamentar também é autor de um projeto que torna obrigatória a prestação de socorro aos animais atropelados por condutores na capital amazonense.