Menu

Sociedade Na Amazônia, AM tem maior número de ausentes no primeiro dia do Enem impresso

Alunos aguardam para entrar no Instituto de Educação do Amazonas, no Centro de Manaus, no primeiro dia de prova do Enem nesse domingo, 21. (Lucas Azevedo/ Revista Cenarium).
Marcela Leiros – Da Revista Cenarium

MANAUS – O Amazonas teve 40,6% de ausentes no primeiro dia de aplicação no formato impresso do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 nesse domingo, 21, a maior porcentagem entre os Estados da Amazônia. Isso significa que 31.496 pessoas das 77.578 inscritas não compareceram aos seus respectivos locais de prova. No Enem Digital, a porcentagem do Estado chegou a 46%, 919 dos 1.999 inscritos.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que organiza a prova, os dados são preliminares, tendo em vista que os números definitivos dependem da apuração do consórcio aplicador e serão informados na divulgação dos resultados do Enem. Já o Estado da Amazônia com a menor porcentagem de pessoas ausentes no Enem impresso foi o Maranhão, com 25,5%, ou seja, 29.376 dos 115.201 inscritos não foram aos locais de prova.

Em números absolutos, o Pará teve o maior número de ausentes, com 45.990 de 167.239 inscritos, uma porcentagem de 27,5%. O menor número foi registrado em Roraima, com 2.356 ausentes, de 7.273 inscritos, o equivalente a 32,4%.

Esta é a segunda edição do Enem que ocorre nos dois formatos, impresso e digital, aplicada por meio de um computador fornecido pela instituição aplicadora. Os moldes são os mesmos da prova impressa, mas a redação é realizada a mão.

O conteúdo do primeiro dia de prova, com 90 questões de “Linguagens, Códigos e Suas Tecnologias” e “Ciências Humanas e Suas Tecnologias”, trouxe perguntas com trecho da música “Admirável Gado Novo”, do cantor Zé Ramalho, e sobre racismo, escravidão, erotização da mulher e questão indígena. A redação, única parte discursiva, teve como tema “Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil”.

Leia também: Crise no Inep e pandemia: em Manaus, estudantes contam expectativas e preocupações com Enem

Balanço do primeiro dia do Enem nos Estados da Amazônia. (Arte: Catarine Hak/Revista Cenarium)
Balanço do primeiro dia do Enem nos Estados da Amazônia. (Arte: Catarine Hak/Revista Cenarium)

No Brasil

Com as dificuldades do ensino remoto impostas pela pandemia, o Enem 2021 acontece ainda em meio à uma crise no Inep. A nível nacional, foram 3.109.800 inscritos sendo que 74,5% compareceram ao primeiro dia do Enem 2021 — versões impressa e digital — e 25,5% não compareceram. Na modalidade digital, 53,9% dos 68.893 participantes com inscrições confirmadas compareceram e 46,1% não compareceram.

O segundo dia do exame será no próximo domingo, 28, quando os participantes resolverão itens de Ciências da Natureza e Suas Tecnologias, e Matemática e Suas Tecnologias. O Inep divulgará os gabaritos do Enem 2021 até 1º de dezembro, conforme previsto em edital.