Políticos do Amazonas, Mato Grosso e Pará são os que mais divulgam desinformação

10 de junho de 2024

21:06

Ana Pastana – Da Revista Cenarium

CUIABÁ (MT) — O senador Plínio Valério (PSDB-AM) e os deputados federais Fausto Jr. (União Brasil-AM), Delegado Caveira (PL-PA), Amália Barros (PL-MT) – que faleceu recentemente -, Eder Mauro (PL-PA), e Abilio Brunini (PL-MT) são apontados por um levantamento como os políticos que mais espalharam desinformação na Amazônia.

O levantamento é do projeto Amazônia Livre de Fake, coordenado pelo Intervozes e mais 14 organizações amazônidas. Para a pesquisa, foram mapeadas 32 figuras públicas em 2023, com objetivo de identificar quais os tipos de desinformação são disseminadas e como ocorre a circulação e o financiamento desse ecossistema nos Estados do Amazonas, Mato Grosso e Pará.

Entre os políticos monitorados, 28 deles publicaram 192 postagens com desinformação e investiram R$ 13 mil de recursos públicos, em 68 anúncios com temática socioambiental que possuíam desinformação. O resultado nas redes sociais foi de mais de 4,5 milhões de interações nas postagens.

O ranking de seis políticos que mais divulgaram desinformação, financiaram esses conteúdos e praticaram ataques ou disseminaram discurso de ódio foi elaborado a partir do resultado das postagem e interações do público.

Levantamento fez ranking de políticos que mais desinformam. (Foto: Intervozes/Divulgação)

Desinformação: bases de projetos de leis e estratégia política

O relatório mostra que a desinformação propagada pelos políticos também se manifestam em bases para criação de legislação. Como é o Projeto de Lei 4.183/23, apresentado em setembro pelo deputado federal Coronel Assis (PL/MT), que busca perseguir o Movimento de Pessoas Sem Terra (MST), com a obrigação de criação de um CNPJ responsabilizações eventuais.

Com as eleições municipais de 2024, o uso de desinformação pode ser colocado como uma estratégia política para os pleitos. Políticos filiados ao Partido Liberal, em estados da Amazônia Legal, apontados pela pesquisa como divulgadores de informações falsas, são pré-candidatos às prefeituras.

O deputado federal Abilio Brunini (PL/MT) é pré-candidato à prefeitura de Cuiabá. O Coronel Menezes (PL/AM) também divulgou que será pré-candidato pelo partido na capital do Amazonas. E Eder Mauro (PL/PA) tem se colocado como pré-candidato em Belém.

Confira o levantamento na íntegra:

CENARIUM entrou em contato com os parlamentares citados na reportagem para se manifestarem sobre o resultado do relatório, porém, até a publicação da matéria, apenas o senador Plínio Valério respondeu, dizendo que os organizadores do levantamento estão prestando “serviço” a quem os “patrocina” e o senador, prestando serviço o elegeu. “Essa gente acredita que conhece mais a Amazônia que eu”, criticou o senador.

Leia mais: Com histórico de denúncias por fake news, deputado comemora veto da criminalização
Editado por Aldizangela Brito