Menu

Central da Política Marcelo Ramos anuncia saída do PL após filiação de Bolsonaro: ‘Eu não estarei no palanque com ele’

O vice-presidente da Câmara disse que não pretende estar no mesmo palanque político que o mandatário do Brasil (Ygor Fábio Barbosa/Revista Cenarium)

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – O deputado federal do Amazonas, Marcelo Ramos, anunciou nesta segunda-feira, 8, em declaração ao programa “Roda Viva”, da TV Cultura Brasil, a saída do Partido Liberal (PL), após a sigla confirmar a filiação do presidente Jair Messias Bolsonaro visando as eleições 2022. O vice-presidente da Câmara disse que não pretende estar no mesmo palanque político que o mandatário do Brasil.

“Eu não estarei no palanque com ele. Mesmo que ele não se filiasse no PL, mas se o PL apoiasse ele, eu não estaria no palanque dele, estaria em outro”, afirmou Marcelo Ramos ao programa, que foi ao ar às 22h (horário de Brasília) na TV Cultura, no site da emissora, no canal do YouTube e nas redes sociais Twitter e Facebook.

Veja também: CENARIUM participa do programa ‘Roda Viva’, da TV Cultura Brasil, em SP

Segundo o deputado, o projeto dele para as eleições 2022 é tentar a reeleição a uma das oito cadeiras destinadas ao Amazonas na Câmara dos Deputados. Durante o programa “Roda Viva”, Marcelo Ramos também descartou ocupar uma possível vaga em chapas presidenciais, apesar de ter o nome especulado para a disputa pela Presidência da República.

“Eu fico orgulhoso de um deputado do Amazonas, de primeiro mandato, novo na política nacional, ter o nome especulado para ocupar uma vaga numa chapa presidencial, mas isso é mera especulação que eu não sei de onde surgiu”, declarou.

Cuidado

Para Ramos, é preciso ser cuidadoso ao olhar para as eleições e que, no momento, ele não quer gastar energia para o assunto. “Não me permito, nesse momento, gastar energia com eleição. Quem está gastando energia agora não está percebendo o partido que tem do lado de fora da política”, disse o parlamentar.

“A política só tem sentido se for para melhorar a vida das pessoas, e as pessoas estão muito sofridas. São mais de 600 mil mortos, 15 milhões de desempregados, 20 milhões de famintos, inflação, juros alto. É com isso que eu quero gastar a minha energia, servir ao País e servir ao Amazonas. E a eleição vai ser tratada na hora certa, porque isso não é prioridade objetivamente nesse momento. Eu quero cuidar das pessoas”, concluiu.

Filiação de Bolsonaro

Em entrevista à CNN Brasil nesta segunda-feira, 8, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que está 99% fechado a filiação dele ao PL, cujo dirigente é o ex-deputado Valdemar Costa Neto. Mais cedo, o presidente da sigla também havia confirmado a filiação de Bolsonaro.

“Está 99% fechado. A chance de dar errado é quase zero. Está tudo certo”, afirmou Jair Bolsonaro à CNN Brasil. Ao ser questionado sobre quando irá bater o martelo, Bolsonaro disse que vai depender de uma reunião na próxima quarta-feira, 10, com representantes do PL.

Veja também: Presidente Bolsonaro diz que está ‘99% fechado’ com o PL

“Na quarta-feira, terei a última conversa com a sigla. Irei conversar com o Valdemar para, em seguida, marcar a data do casamento”, ressaltou Bolsonaro. Segundo ele, o objetivo da filiação é focar, em 2022, em candidaturas de senadores e deputados federais.