Menu

Sociedade Vídeo: prédio antigo desaba no Centro de Manaus; moradores registram queda

Bruno Pacheco – Da Revista Cenarium

MANAUS – Um prédio abandonado desabou na noite desta quinta-feira, 18, na Avenida Henrique Martins, no Centro da capital amazonense. Um vídeo gravado por um morador mostra o momento em que o imóvel desmorona. Até o momento, não há informações de vítimas.

O local era um ponto comercial ocupado por uma sapataria, mas estava desativado após uma cratera abrir na região em 2020. A área afetada pelo buraco também passava por obras da Prefeitura de Manaus, desde outubro deste ano.

Após o prédio desabar, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMA) deslocou agentes para procurar possíveis vítimas nos escombros, mas informações preliminares do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) apontam que o prédio estava vazio no momento do desabamento.

Barulho

Segundo moradores, o desmoronamento ocorreu após eles ouvirem barulhos de pedra e vidro do prédio quebrando na região. A suspeita é que o dia de chuva tenha piorado a erosão que se formou em frente ao local.

No vídeo registrado, é possível ver o buraco no entorno do prédio. Segundo os Bombeiros, o fato ocorreu às 18h26. Em nota, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), informou que o imóvel desabou sem trabalhadores no local.

“O imóvel estava interditado pelo Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), desde o início das obras. A área também foi interditada pela Defesa Civil do município, e dentro do perímetro demarcado, a Seminf está fiscalizando os trabalhos de implantação das novas galerias de águas pluviais. O local está sendo monitorado 24 horas e o incidente não ocasionou nenhum dano à obra ou ao entorno. Conforme o engenheiro Igor Mendes, fiscal da Seminf, o prédio estava com a fundação exposta e já estava prevista a possibilidade do imóvel ruir. As fortes chuvas registradas nos últimos dias na cidade contribuíram para erodir o solo, ocasionando o sinistro”, diz a nota.

Assista ao vídeo do desabamento: